Loading...

Um recadinho aos pais...



Queridos pais, fechem os olhos e voltem no tempo, à época em que seus pais os colocavam na cama e davam um beijinho antes de apagar a luz: eles contavam histórias antes de dormir? 

Quando  saíam para ir à padaria, nas manhãs de domingo, davam uma paradinha no jornaleiro e vocês voltavam para casa orgulhosos por terem a revista em quadrinhos que abraçavam? Vocês sentavam juntinhos, com os pais, no sofá, e ficavam imaginando o mistério de entender tantas letrinhas juntas enquanto eles liam o jornal?

Pequenas rotinas como essas são memórias gostosas da infância que se perdem em meio a tantas outras, mas que, na maioria das vezes, fazem a diferença entre adultos de hoje que têm ou não o hábito da leitura.

O incentivo à leitura começa já na primeira infância, quando a contação de histórias desperta a curiosidade, criando imagens mentais para o enredo que ouvimos. 

Um pouco mais tarde, quando as crianças já começam a relacionar as histórias aos livros, o olhar cobiça os volumes que veem espalhados pela casa e se delicia ao entrar em uma livraria vendo as capas coloridas e imaginando seus conteúdos.

Chega a ser fácil perceber o adulto que foi incentivado à leitura desde cedo: normalmente são pessoas que têm mais facilidade de expressão, de aprendizado, memória aprimorada e amplo conhecimento. 

Adultos leitores conseguem bons empregos por causa do seu alto nível cultural e, até, sofrem menos de estresse, já que o hábito da concentração proporcionado pela leitura torna a realização de tarefas mais fácil.

E então, vocês estão dispostos a motivarem seu filho a ler?


nótícias 4905459345226164999

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Notícias por E-mail